CHIQUE É SER EDUCADO - Leda Nagle

Ainda tem gente que acha que educação de jeitos e de gestos é frescura. Ainda tem gente que acha que uma pessoa educada é pessoa enjoada, entojada ou metida à besta. Ainda tem gente que pensa que delicadeza é dever do outro, ou que saber dos limites é função do outro. Mas não é não. 

É dever de todos e é prazer para todos. A cada dia que passa a pessoa que faz o tipo “eu nasci assim, eu cresci assim” está mais fora de moda e é um incômodo para todos. 

Todo mundo pode aprender a se comportar melhor e a ter atitudes mais generosas. Antigamente, um vizinho batia na porta da casa do outro sem telefonar antes, aparecia quando queria. Hoje em dia, pra muita gente isto é impensável. O interfone pode ajudar você a se educar e a aprender a perguntar se pode dar uma chegadinha na casa da outra pessoa, amiga ou conhecida.

A mesma coisa vale para o telefone. Com o advento do celular você é atendido nos lugares mais improváveis. Custa muito perguntar se o outro pode falar? Na verdade não custa nada,basta pensar antes de começar a falar. 

Com pequenas mudanças, discretas adequações, todo mundo pode ficar mais educado. Para que perguntar a amiga que está mais gorda se ela está grávida, por que não olhar o relógio antes de telefonar? Um dia destes li que um prefeito de uma pequena cidade na Espanha, chamada La Toba, fez uma espécie de decreto educação. Proibiu, por lei, que os 119 moradores da cidade que fica a 120 quilômetros de Madri venham a tossir, espirrar ou bocejar na frente de outras pessoas, sem tapar a boca.

Ah, ia me esquecendo: ele também proibiu soltar pum perto de outras pessoas! Claro que eu sei que não é atribuição do prefeito este conjunto de regras, mas acho que as pessoas podem melhorar se adotarem as regras deste inusitado decreto. 

E a nova “lei” manda não cutucar o nariz, nem chupar os dedos, não debochar de quem tem defeitos físicos nem colocar apelidos, não dar as costas a quem estiver falando, ajudar a quem necessita e a retribuir gestos e ações.

E tem mais no tal decreto: não chupar a colher da sopa fazendo barulho, não falar mal dos outros, ajudar a quem precisa, cumprimentar as pessoas quando chega a um ambiente pequeno, agradecer favores recebidos e não revelar segredos dos outros. 

Quanto a nós, que moramos aqui, poderíamos acrescentar outras regras tipo: atravessar na faixa de pedestre, não avançar sinal, não beber antes de dirigir, dar passagem no trânsito, não usar alto-falantes pra se comunicar, não falar tão alto, não xingar a mãe do outro diante de qualquer insatisfação, respeitar a sexualidade dos outros, não fazer barulho a noite toda. 

Basta querer aprender. É bacana ser educado.
_____________________
________________________________

Visite os anúncios e ajude a custear o Cult Carioca.
Não custa nada.



O QUE SE SENTE ANTES DA MORTE? ISSO É O QUE SABEMOS...

PRA QUE SERVE UMA RELAÇÃO? - Dr. Dráuzio Varella

A ALMA ESTÁ NA CABEÇA - Dr. Paulo Niemeyer Filho

TOP 10

Seguidores