VOCÊ SOFRE DE ANSIEDADE NOTURNA?

Se quando o sol se esconde os nossos pensamentos nos impedem de relaxar e adormecer, este é um sintoma de que a ansiedade ganhou um espaço muito importante nas nossas vidas. A ansiedade noturna é causada pelos altos níveis de estresse que geramos durante o dia, seja pelo trabalho ou pela família. Esse estresse pode ser a soma das tensões nas duas áreas ou até mesmo aparecer sem que possamos identificar o motivo. É caracterizado por preocupação e nervosismo que aparecem quando chega o momento de descansar.

A ansiedade noturna é uma das manifestações mais frequentes quando sofremos algum tipo de distúrbio do sono. O medo “toma conta” da pessoa e o seu sono não é contínuo. Dorme e acorda constantemente, de modo que é complicado alcançar as fases mais profundas do sono.

Normalmente, aqueles que experimentam a ansiedade noturna são pessoas distraídas que têm dificuldade para se concentrar durante o dia. Isto ocorre porque os ataques de ansiedade noturna impedem o descanso necessário e afetam a sua rotina diária.

No que diz respeito ao sono, é melhor a “qualidade” do que a quantidade. Se nos concentrarmos no pensamento de que não vamos conseguir dormir em vez de tentar relaxar e pensar que vamos dormir durante toda a noite, será mais difícil adormecer. Portanto, é necessário relaxar, esperar o sono chegar, entendendo que este é um processo natural.

É paradoxal que o sono, sendo tão necessário para a sobrevivência e o bom funcionamento psicológico, apresente uma grande variedade de distúrbios e disfunções que, em muitos casos, requerem uma intervenção complexa.

Para superar a ansiedade à noite, podemos tentar identificar a causa durante o dia e adquirir habilidades suficientes para que ela deixe de nos preocupar. Se superarmos os medos e as preocupações, a ansiedade e seus sintomas desaparecerão.

“Termine cada dia antes de começar o próximo e
 coloque uma sólida parede de sono entre os dois”.
 – Ralph Waldo Emerson –

Causas da ansiedade noturna

A ansiedade não conhece os horários e, portanto, podemos sofrer de ansiedade noturna, embora este seja um momento que, em teoria, deveríamos estar relaxados. A ansiedade é uma emoção que não devemos subestimar, pois a sua energia mal dirigida pode se acumular e causar muitos problemas.

Os transtornos de ansiedade se manifestam de muitas formas e é muito difícil classificá-los de forma sistemática e identificar as suas causas. Há pessoas que experimentam muita agitação, enquanto outras ficam paralisadas. Da mesma forma, há pessoas que sentem mais ansiedade pela manhã, enquanto outras sentem pânico no momento de dormir.

As preocupações causam ansiedade e nos roubam o sono. Elas são a principal causa da ansiedade noturna. As preocupações com o futuro e a antecipação de acontecimentos desagradáveis nos tornam mais vulneráveis ao estresse e aos problemas para dormir. As dificuldades para se desconectar dos problemas ao se deitar, o excesso de trabalho durante o dia e os problemas emocionais são as principais causas da preocupação e, portanto, da ansiedade noturna.

Preocupação e ansiedade noturna

No entanto, há uma diferença fundamental: durante a noite, a maioria dos nossos problemas não podem ser resolvidos. Dessa forma, ficar remoendo os problemas aumenta a nossa preocupação e nos deixa alertas, um estado oposto ao que atrai o sono.

Por outro lado, os altos níveis de ansiedade acumulados e experimentados durante o dia tornam as pessoas mais propensas à ansiedade noturna. Elas têm dificuldades para dormir por causa da fadiga constante, do baixo rendimento diurno e do desconforto que tudo isso implica.

Muitas vezes, a ansiedade se apodera de nós e assume o controle. Quando ela assume o controle, geralmente nos leva a comportamentos que eliminam a emoção por alguns momentos, de modo que “retornam” mais tarde com mais força. Por exemplo, um desses comportamentos que cessa a ansiedade e faz com que ela retorne com mais força é “assaltar” a geladeira à noite.

Além disso, os sintomas da ansiedade quando tentamos dormir geralmente são precedidos de imagens de ansiedade anteriores (imagens de ansiedade diurna). Essas imagens geralmente são acompanhadas de taquicardia, uma sensação de angústia, um “nó na garganta” e um despertar assustado.

“Alguns pensamentos são tão hediondos que não
 conseguimos dormir. Eles nos mantêm acordados a
noite toda e se tornam obsessões”.
 – Marty Rubin –

Como enfrentar a insônia por ansiedade?

O mais comum é que as pessoas que sofrem deste tipo de alteração do sono procurem utilizar substâncias ou medicamentos que lhes permitam ficar mais tranquilos e dormir melhor. No entanto, poucas pessoas sabem que a maioria dos casos de ansiedade noturna pode ser tratada através de uma série de diretrizes, e o uso de drogas ou ervas nem sempre é a melhor solução.

A ansiedade está ligada com o que fazemos, pensamos e sentimos. Dependendo de como gerenciamos esses três aspectos durante os momentos anteriores ao sono, estaremos mais tranquilos ou mais nervosos. O tratamento para a ansiedade noturna pode ser dividido em dois grandes blocos.

É preciso haver uma mudança nos hábitos que temos antes de dormir, aprender a lidar com as preocupações diárias longe do período noturno. Enfrentar as preocupações nas primeiras horas do dia nos dará uma abordagem mais definida e mais tempo para resolvê-las.

Uma boa prática para ter um sono agradável é se exercitar antes de dormir. O nosso corpo estará mais relaxado e isso nos ajudará a dormir com mais facilidade. Também é importante evitar o álcool e as bebidas com cafeína algumas horas antes de dormir.

Se acordarmos no meio da noite, temos que tentar manter os olhos fechados e relaxar. O ideal contra a insônia é parar de se preocupar com problemas que não podemos resolver da cama. Liberte-se das preocupações, relaxe e o sono virá.

Aqui estão alguns passos para enfrentar a ansiedade noturna:

Mantenha os horários constantes. A insônia e a ansiedade noturna também podem ocorrer por falta de um horário definido. Dormir todos os dias no mesmo horário, com uma diferença de aproximadamente 30 minutos, regula os nossos ritmos circadianos, permitindo um sono natural e de qualidade.

Evite comer demais antes de ir para a cama. Tome cuidado com a alimentação especialmente durante a noite, uma vez que as refeições pesadas podem causar dificuldades para adormecer.

Crie uma atmosfera agradável antes de dormir. Precisamos cuidar do espaço onde dormimos: um travesseiro confortável, uma temperatura correta, são fatores que podem determinar a qualidade do sono. Caso contrário, podemos acordar no meio da noite e não conseguir dormir mais.

Use a cama apenas para dormir. Os especialistas dizem que o quarto deve ser utilizado apenas para dormir ou ter relações sexuais se quisermos dormir melhor. Não é aconselhável ter um computador ou uma TV, especialmente se nos acomodarmos na cama com o aparelho ligado.

Pratique exercícios de relaxamento. Fazer exercícios de relaxamento tem um efeito positivo quando se trata de combater ansiedade, estresse ou insônia.

Faça respirações profundas. Este exercício nos permitirá concentrar nossa atenção na nossa própria respiração, evitando qualquer pensamento que possa nos deixar nervosos e que nos impeça de dormir.
Aqui estão alguns exemplos de respiração profunda:
Respire profundamente através do diafragma, direcionando a sua atenção para o movimento do ar que entra e sai.

Solte o ar lentamente através da boca e, em cada inspiração, repita mentalmente uma palavra ou frase como “estou tranquilo” ou “estou calmo”. Ao mesmo tempo, imagine uma paisagem ou uma imagem mental que transmita calma e serenidade.

Não tente atrair o sono diretamente com pensamentos que façam alusão ao sono. Procure relaxar, não dormir. Se você relaxar, o sono o invadirá.

Evite os pensamentos negativos antes de ir dormir. Não tente fazer isso de forma direta: atraia pensamentos que o relaxem e, em nenhum caso, inspirem preocupação.

A insônia não é uma boa companheira. Na verdade, as pessoas com insônia sofrem muito. Um bom descanso é precisamente uma das melhores ferramentas para não cometermos erros durante o dia e, portanto, para evitarmos problemas e preocupações que nos ataquem durante a noite.

Estamos falando de um círculo vicioso, que pode girar tanto na direção positiva quanto na direção negativa. A boa notícia é que está nas nossas mãos girar no sentido positivo e não no negativo.

“A ansiedade é como um pequeno rio que flui lentamente através da nossa mente. Se for encorajado, torna-se um grande canal por onde todos os nossos pensamentos são drenados”.
 – Arthur Somers Roche –
_____________________________

Clique nos anúncios e ajude a custear o 
Cult Carioca. Não custa nada.
____________________


__________________


___________________________________________________

 Click

APRENDA A RESPIRAR CERTO E REDUZA ANSIEDADE, PRESSÃO ALTA E DIABETES

APRENDA A RESPIRAR CERTO E REDUZA ANSIEDADE, PRESSÃO ALTA E DIABETES
CLIQUE nos anúncios e ajude a manter o Cult Carioca. Não custa Nada.

A ALMA ESTÁ NA CABEÇA - Dr. Paulo Niemeyer Filho

VÍDEO - VINAGRE DE MAÇÃ EMAGRECE E CONTROLA DIABETES E COLESTEROL - Dr. Wilson Rondó

VÍDEO - VINAGRE DE MAÇÃ EMAGRECE E CONTROLA DIABETES E COLESTEROL - Dr. Wilson Rondó
CLIQUE nos anúncios e ajude a manter o Cult Carioca. Não custa Nada.

RÁDIO CULT CARIOCA - Smooth Jazz

RÁDIO CULT CARIOCA  - Smooth Jazz
Smooth Jazz

TOP 10

Seguidores