FILOSOFIA, PRA QUE SERVE? - João Probst

De forma geral estou saturado de ouvir que a filosofia não serve para nada ou que é coisa de vagabundo.

Claro que tal linha de pensamento não me surpreende nenhum pouco no contexto social atual do qual nos encontramos, onde os bens materiais e o consumismo possuem maior valor do que o espiritual.
Ora, a vida não se resume a dinheiro, há coisas ainda mais importantes, como sua felicidade e inteligência!!
Inicialmente, você considera-se um filósofo?
Como diria Descartes: Penso, Logo Existo. Se você está pensando sobre ser filósofo, por mais que não tenha nenhum diploma ou vasto conhecimento sobre filosofia, o simples fato de pensar sobre já te torna um filósofo.

Não confunda filósofo com professor de filosofia!

Não é necessário ter formação ou saber o que cada filosofo pensa, embora isso ajuda, basta pensar.

Mas de forma resumida o que é a filosofia?
Em respeito a sua inteligência, não vou ser chato e te explicar a origem da palavra nem o seu significado.

Vários filósofos já passaram a sua vida com o objetivo de definir o que é filosofia, basicamente trata-se de amor a verdade, é o eterno questionamento da vida e de si mesmo.

Sócrates quando disse “só sei que nada sei” não estava dando uma lição de humildade, e sim que cada resposta levava diretamente à próxima pergunta.

E é estes um dos motivos que Sócrates e seus companheiros gregos faziam mais perguntas do que afirmações, até porque queriam que seus alunos pensassem por si próprios.

Então, ser apaixonado pela verdade é ter a noção que na verdade ela não existe, ou no mínimo que nunca será encontrada, pois a caminhada da sabedoria não tem fim nem paradas técnicas.

Tá, mas para que serve, então?
A filosofia nos dá uma melhor percepção da realidade, nos tornamos mais conscientes, com ela percebemos que nem sempre algo é o que parece ser, ser filosofo, portanto, é desmanchar “conhecimentos”.

Agora você consegue perceber o porquê que ela é tão desprezada, principalmente pelos governantes?

A filosofia é uma arma poderosa e muito perigosa, possui um papel social muito claro: a libertação do indivíduo e a transformação da sociedade.

Eu costumo dizer que filosofar e adquirir conhecimento provoca a nossa morte.

Sim, porque a cada livro terminado não somos mais a mesma pessoa do início do livro, Heráclito, filosofo grego antecessor de Sócrates, desde de seu tempo já dizia que ninguém se banha duas vezes no mesmo rio.

Por que ao entrar no rio pela segunda vez, tanto o rio como a pessoa já não são o que antes eram. Sobre mais filosofia pré-socrática leia este texto: Origem da Vida.

Para concluir, filosofar não é apenas adquirir conhecimento que te motive a ser alguém melhor, isso se chama auto-ajuda, um filosofo vai além, ele compartilha seu conhecimento e sabedoria porque ele sabe que é isso que um sábio faz.

Um sábio nunca considera-se um sábio, tendo a humildade de reconhecer que o conhecimento é plural, isto é, o aprendizado se torna muito mais eficiente quando compartilhado, ensinamos e aprendemos.

Além de ser apaixonado pela sabedoria, o filósofo é apaixonado pelas pessoas e pela sociedade, possui uma constante força de vontade de provocar mudanças positivas.

___________________

TOP 10

SIGA O CULT CARIOCA - - - - - - - - - - - SEJA BEM-VINDO!!