O TEMPO COMO DINHEIRO - Mario Sergio Cortella

Essa expressão “tempo é dinheiro” é usual no dia a dia: “Ah, eu não posso perder tempo, tempo é dinheiro”. 

Nós acabamos, inclusive, “vendendo” o nosso tempo para outra pessoa, a nossa jornada (nosso jour, para usar expressão francesa), ou nosso mês, aquele que é mensalista; vende-se o tempo vital para trabalhar para outra pessoa.

“Tempo é dinheiro” é uma expressão tão presente que até imaginamos que sempre existiu, mas quem a difundiu com maior força, embora ela já existisse na história ocidental, foi Benjamin Franklin.

Quem não o conhece por sua experiência mais famosa, empinando um papagaio ( uma pipa ou uma pandorga, como se chama em algumas regiões do Brasil) para testar a eletricidade vinda dos raios? Benjamin Franklin morreu no dia 17 de abril de 1790; um dos atores da Independência Americana, partilhou ideias da Revolução Francesa e a esta também influenciou pois na França houvera vivido e debatido. 

Alguém  com esse perfil, além de grande inventor, publicou um livro muito famoso nos Estados Unidos no século XVIII, chamado Almanaque do pobre Ricardo, que era cheio de provérbios. E uma dessas máximas era “tempo é dinheiro”!

Benjamin Franklin, que hoje estampa a nota de cem dólares, a de maior valor, talvez já antevisse a aceitação da sua fala…
 _______________



TOP 10

SIGA O CULT CARIOCA - - - - - - - - - - - SEJA BEM-VINDO!!