SOBRE SER HUMANO - Mário Quintana, Marco Aurélio, Emerson, Sêneca, Shakeaspere, Voltaire, Gandhi, Fernando Pessoa, Antoine de Saint-Exupéry.

"O homem é do tamanho do seu sonho." (Fernando Pessoa)

"Não é preciso entrar para a história para fazer um mundo melhor." (Gandhi)

"Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não haveria pobreza no mundo e ninguém morreria de fome."
(Gandhi)

"A primeira lei da natureza é a tolerância - já que temos todos uma porção de erros e fraquezas."
(Voltaire)

"Você faz suas escolhas e suas escolhas fazem você."
(Shakeaspere)

"Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir."
(Sêneca)

"Adote o ritmo da natureza: o segredo dela é a paciência."
(Emerson)

"Explora-te por dentro. É dentro que está a fonte do bem e ela pode jorrar sempre, se a explorares sempre."
(Marco Aurélio)

"Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão... que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades a às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim...e que valeu a pena!!!"
(Mário Quintana)

"Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, pois cada pessoa é única, e nenhuma substitui outra. Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai só, nem nos deixa sós. Leva um pouco de nós mesmos, deixa um pouco de si mesmo. Há os que levam muito; mas não há os que não levam nada. Há os que deixam muito; mas não há os que não deixam nada. Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente que duas almas não se encontram ao acaso."
(Antoine De Saint-Exupéry)
_________________________________________________________________________________________________


A Casa Encantada 
Contos do Leblon
Edmir Saint-Clair
https://amzn.to/2oP20S4
_____________________________________________________________
________________________________________

.

.
A Casa Encantada - Contos do Leblon - R$2,99

18 EXPRESSÕES RACISTAS QUE VOCÊ USA SEM SABER

18 EXPRESSÕES RACISTAS QUE VOCÊ USA SEM SABER
Entre sutilezas, brincadeiras e aparentes elogios, a violência simbólica se amplia quando expressões como estas são repetidas:

RACISMO AQUI NÃO!

RACISMO AQUI NÃO!

Anúncio

Anúncio