AMANTES - Poesia - Edmir Saint-Clair

Pintura de Dhiego Rocha

O toque acendeu o sol, dois sóis

Quentes, atraentes, penetrantes,

Somando-se num calor ardente, pendente, arfante



Pele, seda, alma, sussurrante

Atraindo, exalando seu perfume provocante

Fêmea nua, natureza dominante



A carne quente, úmida, envolvente

Sugando, atraindo, desejando urgente,

Acordando o desejo de se completar inteira,

Em cada poro, em cada arfar, em cada instante.



Teu ar, meu ar, arfante, dentro, fora, enebriante

Somos insanos, alucinados, delirantes,

Cabendo juntos no universo latejante

Somos a vida, somos amor, somos amantes.
_______________

_________________


A Casa Encantada 

Contos do Leblon
Edmir Saint-Clair
Contos e Crônicas
https://amzn.to/2oP20S4
_____________________________________________________________
________________________________________

RACISTA: NÃO QUEREMOS VOCÊ AQUI!

RACISTA: NÃO QUEREMOS VOCÊ AQUI!

Anúncio

Anúncio