O AMOR SE ESCONDE – Edmir Silveira


Te reconheço, antes de te conhecer

Feita de tudo,
carne, veludo
Alegria nua

 Faz tudo fazer sentido 
O Cheiro, o som da voz, 
o toque na pele, gosto de desejo.

Reconheço pelo olhar, pelos cabelos todos
Reconheço pelo cheiro do couro cabeludo
Reconheço cada parte inteira em cada novo corpo.
Te redescobrindo sempre. Me apaixonando sempre.

De repente some,
Desaparece sem aviso,
Deixando no vazio
 A casca do amor.

Sempre reaparecendo de novo e de novo,
Sempre perfeita, sempre diferente
Outro nome, Outro corpo, outros cabelos, outros olhos
E permaneces por enquanto
Enquanto sou feliz. Enquanto amo. Enquanto vivo.

Amo todos os seus nomes, seus corpos e suas vozes.

Mas,
Estou cansado de te perder.

Anúncio

Anúncio

NEUROCIÊNCIA SUPEROU A PSICANÁLIE - Ivan Izquierdo

NEUROCIÊNCIA SUPEROU A PSICANÁLIE - Ivan Izquierdo
A psicanálise foi superada pelos estudos em neurociência...