COMO DEUS REZARIA O PAI NOSSO – Autor desconhecido


“ Meu filho,
Que estás na terra,
Preocupado, solitário, desorientado.
Eu conheço perfeitamente o teu nome,
E o pronuncio santificando-o porque te amo.
Não. Não estás só, mas habitado por mim,
E, juntos, contruíremos este Reino,
Do qual tu vais ser o herdeiro.

Gosto que faças a minha vontade, não por hierarquia,
Mas porque minha vontade é que tu sejas feliz.
Conta sempre comigo e terás o pão para hoje,
Não te preocupes,
Só te peço que saibas compartilhá-lo
Com teus irmãos.

Sabes que perdoo tuas ofensas,
Antes mesmo que as cometas,
Por isso, te peço que faças o mesmo
Com os que a ti ofendem,
Para que nunca caias na tentação de fazer o mal,
Toma forte a minha mão e eu te ajudarei.
Te amo desde sempre,
Teu Pai.” 

O AMOR SE ESCONDE – Edmir Silveira

Te reconheço, antes de te conhecer

Pele feita de tudo,
carne, veludo
Alegria nua

Alimenta sonhos.
 Tudo faz sentido 
O Cheiro, o som da voz,
o toque na pele, o gosto do desejo.

Reconheço pelo olhar, pelos cabelos todos
Reconheço pelo cheiro do couro cabeludo
Reconheço cada parte inteira em cada novo corpo.
Te redescobrindo sempre. Me apaixonando sempre.

Mas, de repente some, desaparece sem avisar,
deixando no seu lugar,uma pessoa que não conheço.
A casca do amor.

Mas, sempre reapareces de novo, perfeita, e sempre diferente
Outro nome, Outro corpo, outros cabelos, outros olhos
E durante algum tempo permaneces 
É quando sou feliz. É quando amo. É quando vivo.

Amo seus nomes, seus corpos e suas vozes.

Mas,
Estou cansado de te perder.

Anúncio

Anúncio