CÓRTEX PRÉ-FRONTAL: UMA DAS ÁREAS MAIS MARAVILHOSAS DO CÉREBRO

O córtex pré-frontal é o reflexo mais sofisticado da nossa evolução. Evolutivamente falando, foi a última região cortical a se desenvolver, para mostrar um avanço filogenético e ontogenético completo. Podemos identificá-lo facilmente porque é nessa área rugosa e cheia de dobras, localizada na parte mais próxima do nosso rosto, que ocorrem os processos mentais e cognitivos mais complexos.

Um dos propósitos da neuropsicologia é entender essa relação sofisticada entre o cérebro e o nosso comportamento. Dessa forma, ninguém ficará surpreso ao perceber que o córtex pré-frontal é, sem dúvida, uma das áreas mais interessantes e decisivas para entender o nosso pensamento abstrato e até mesmo a nossa autoconsciência. É, por assim dizer, uma estrutura que nos torna verdadeiramente humanos.

O córtex pré-frontal é a região cerebral associada ao planejamento dos comportamentos cognitivamente complexos e à expressão da personalidade.

Os cientistas chamam todas essas tarefas sofisticadas realizadas pelo córtex pré-frontal de “funções executivas”. Eles decidiram chamá-las assim por um fato muito específico: estamos diante de um espaço privilegiado do nosso cérebro onde podemos distinguir o bem do mal, onde podemos avaliar o nosso ambiente e até mesmo estabelecer um controle sobre o nosso próprio pensamento.

O córtex pré-frontal: a última área do cérebro a se desenvolver
Muitas vezes há pais e mães que lamentam a dificuldade que o seu filho adolescente apresenta quando se trata de entender certas coisas, para controlar a sua impulsividade, não raciocinando o suficiente antes de um determinado comportamento.

Nós lamentamos sem saber que, na realidade, o desenvolvimento do córtex pré-frontal não está completo até os 20 ou 25 anos.

Apesar da aparência “quase” adulta dos nossos adolescentes, devemos lembrar que os seus cérebros ainda são imaturos. Na verdade, é interessante saber que o cérebro humano vai amadurecendo da nuca para a testa e que, portanto, o córtex pré-frontal é a última área a se completar, para desenvolver as habilidades mais sofisticadas e valiosas da nossa espécie.

No entanto, isso não significa que as crianças e adolescentes não sejam capazes de tomar decisões até atingir os seus 20 anos. Eles tomam as suas decisões e, muitas vezes, o fazem de forma correta.

No entanto, devemos ter em mente que o desenvolvimento dessas habilidades mais complexas está sendo estabelecido ano após ano e que, com maiores estímulos, desafios, apoio e oportunidades, a evolução dessas capacidades cognitivas será otimizada.

Portanto, não hesitemos em ser mais compreensivos com eles nessas idades. Afinal, tudo que eles precisam é tempo, paciência, compreensão e bons conselhos.

Partes do córtex pré-frontal
O córtex pré-frontal é um centro de controle sofisticado e, ao mesmo tempo, extremamente complexo que possui conexões com múltiplas regiões cerebrais. Assim, estruturas como o hipocampo, o tálamo e o os lóbulos cerebrais compartilham com ele caminhos diretos, canais onde a informação chega incessantemente. 
Vejamos agora quais são as partes do córtex pré-frontal:

•O córtex orbitofrontal: relacionado aos nossos comportamentos sociais e a nossa tomada de decisão.

•O córtex dorsolateral: uma área essencial no ser humano. Graças a ela planejamos, idealizamos metas, memorizamos, refletimos… Os neurocientistas se arriscam a dizer que é nessa região que a nossa consciência está localizada.

•O córtex ventromedial: está relacionado com a nossa percepção e com a expressão das nossas emoções.

Quais são as funções do córtex pré-frontal?
Há alguns anos, cientistas da Universidade de Missouri explicaram por que nosso córtex pré-frontal é tão grande em comparação com o de outras espécies. Eles disseram que seria devido a um processo de pressão demográfica. Ou seja, à medida que o número de pessoas do nosso convívio aumentou, melhorou a forma como nos relacionamos e nos comunicamos.

Tudo isso, toda essa experiência social, cognitiva e emocional deu forma a um córtex pré-frontal mais evoluído. Vejamos agora quais são as funções dessa parte tão especial do nosso cérebro.

•Coordena e ajusta o nosso comportamento social.
Ajuda a controlar os impulsos e gerenciar nossas emoções.
Nesta área realizamos todos os processos relacionados à nossa personalidade (sermos mais tímidos, mais ousados, mais abertos a novas experiências…).

•A motivação para atingir um objetivo também está localizada no córtex pré-frontal.

•Concentramos a atenção, organizamos informações complexas e as colocamos em prática.

•Aqui também está localizada a memória de trabalho, as habilidades cognitivas com as quais gravamos as informações à medida que experimentamos ou fazemos coisas.

Para concluir, conhecendo a relevância de todas essas funções, podemos imaginar o que significa ter uma lesão no córtex pré-frontal. As pessoas que sofreram traumas, que apresentam deterioração neuronal ou problemas de desenvolvimento localizados nesta área geralmente mostram dificuldade para controlar o seu comportamento, para planejar, decidir, criar..

Elas também se caracterizam por ter um pensamento linear e, muitas vezes, um comportamento antissocial. São situações muito delicadas e complexas que nos mostram, uma vez mais, a grande importância da área cortical para os seres humanos e o seu comportamento social.
_________________

SIGA O CULT CARIOCA - - - - - - - - - - - SEJA BEM-VINDO!!