CRENÇAS LIMITANTES: O QUE É E COMO SUPERÁ-LAS! - Layde Lopes

Quem nunca sentiu aquela sensação de que por mais que você faça, as coisas simplesmente não acontecem, ou até acontecem, mas bem diferentes do que você pensou? 

Muito estressante quando sabemos que existe um caminho enorme à nossa frente e sentimos como se cada passo para frente, são dois para trás. Saiba que você não está sozinho nessa.

Querer mudar, seguir, sair da zona de conforto e continuar lá… Querer não é poder, até que você aja, faça e saia do desejo para a ação. Para muita gente, a tal zona de conforto não tem mais nada de confortável. Existe uma inquietação quanto a essa situação e uma urgência em sair desse estado para outro, em mudar. Mudar-se!

É fundamental questionar as razões que nos levaram a desenvolver essas crenças que nos dizem que não somos capazes de realizar nossos sonhos, de encerrar ciclos e sermos felizes. Entender que elas existem e têm fundamentos já é um grande começo.

Geralmente, quando crianças, ouvimos de algumas pessoas essenciais em nossas vidas, vários “você não pode” “você não irá conseguir” . Infelizmente, isso reforçou em nosso inconsciente a crença de sermos incapazes de realizações. Claro que essas pessoas não tinham essa intenção. 

A maioria fala para tentar nos proteger, sem a menor ideia do estrago que causará tantos comandos negativos. Crescemos e trazemos conosco diversas crenças limitantes. E elas podem ser uma das razões para nos encontrarmos em determinadas situações. E por mais que queiramos, não agimos.

Saber disso muda o quê? Ao tomar conhecimento de prováveis causas da nossa “paralisia”, podemos começar a substituir crenças limitantes por crenças positivadoras. Para cada “Não consigo”, “Posso conseguir”. E te digo: você pode até não conseguir, mas vai dar o seu melhor para que isso aconteça. Mudar a forma de  pensar já abre inúmeras possibilidades. Força o nosso cérebro a fazer novas sinapses, possibilitando mudança de mente e consequentemente, de atitude. 

Por isso, é importante ter conhecimento, porém mais importante é saber usá-lo em nosso favor. É isso que importa. O conhecimento é libertador, desde que a gente o use.

Nadar, nadar e morrer na praia? Não mais! O que você ouviu não pode ser mudado, mas o efeito que causou em você sim. 

Nada é mais poderoso do que aquilo que decidimos acreditar e essa decisão é pessoal. Ninguém poderá fazer por você. 

Lembre-se: Você pode!
________________


SIGA O CULT CARIOCA - - - - - - - - - - - SEJA BEM-VINDO!!