AS 10 MELHORES FRASES DE WILLIAM JAMES


As contribuições de William James para a filosofia e a psicologia deram origem a uma grande quantidade de teorias e modelos explicativos de ambas as disciplinas. Ele é considerado o pai da psicologia americana por sua abordagem pragmática e funcionalista. Estas são as frases de William James que resumem sua concepção de Psicologia.

Ele nasceu nos Estados Unidos em uma família rica. A década de 70 foi um ponto crucial de virada em sua vida. Ele experimentou uma profunda crise emocional, casou-se e iniciou sua atividade de ensino na Universidade de Harvard em 1872. Desde então, dedicou-se a estudar em profundidade a relação entre a consciência e os estados emocionais.

Seu primeiro livro, “Princípios da Psicologia”, o sagrou como um pensador muito influente. Além disso, tornou-se sua maior contribuição para a pesquisa em psicologia. Da mesma forma, este autor deixou para a posteridade uma série de grandes citações com grande significado e sabedoria.

“Qualquer coisa que você pode manter firmemente
em sua imaginação pode ser sua”.

Frases de William James: a mente como objeto de conhecimento
William James fundou um laboratório de psicologia em Harvard, onde iniciou a escola de psicologia funcional. Este modelo concentrou-se em estudar a mente como uma parte funcional, essencialmente útil do organismo humano.

“A maior descoberta da minha geração é: um ser humano pode mudar sua vida mudando sua atitude mental.”

Ele definiu a consciência como um rio, algo como um fluxo contínuo de pensamentos, idéias e imagens mentais. Portanto, não há nada na mente que pode ser isolado ou armazenado para estudar, já que tudo nela está vinculado a um contexto.

“A barreira mais imóvel da natureza é entre o pensamento
de um homem e o de outro.”

Com estas frases de William James é evidente como o funcionalismo acolhe os princípios da psicologia do ato, compreendendo a consciência como um todo.

“Nós interpretamos o mundo com base nos
nossos conhecimentos e nossas crenças.”

A inacessibilidade dos nossos pensamentos
William James acredita que as crenças, as idéias e os pensamentos são de cada um, algo que os tornaria inacessíveis aos outros. Essa ideia de privatização ou hermetismo teve um grande impacto na concepção filosófica da psicologia.

“Sempre que duas pessoas se encontram, há seis pessoas presentes. Como cada pessoa olha para si mesma, como uma pessoa olha para outra, e cada pessoa como ela realmente é.”

De certo modo, significava reconhecer uma limitação: admitir que a psicologia experimental não poderia compreender plenamente como o pensamento humano funciona. Isso pressupõe que, ao estudar a mente humana, estamos estudando uma construção abstrata, o “eu”.

“Nossa visão do mundo é formada pelo que decidimos ouvir.”

Abordagem pragmática: a função da mente
A ideia principal deste modelo é que o verdadeiro é o que realmente funciona. O seu conceito de verdade é baseado na utilidade. Que dizer, em termos pragmáticos, o verdadeiro é o útil. São as conseqüências, as repercussões e o que recebemos de algo que nos permitem categorizá-lo como verdadeiro ou falso.

“Não há maior mentira do que a verdade incompreendida.”

Esta é uma das grandes frases de William James que, embora bombástica, deixa a sua concepção da patente da verdade. Para ele, não há uma verdade absoluta, mas diversos pontos de vista.

“Os decimais não calculados de PI dormem em um misterioso reino abstrato, onde gozam de uma realidade fraca, até que não sejam calculados, não se tornam totalmente reais, e mesmo assim sua realidade é meramente uma questão de grau.”

Este pragmatismo alude e defende que modificamos ou elaboramos significados de experiências ou comportamentos de acordo com os resultados. Os acórdãos emitidos mais tarde, por sua vez, nos dão uma ideia relativa do que pode ser a elaboração deste significado.

“Se você acha que se sentir mal ou se preocupar vai mudar o passado ou o futuro, você está vivendo em outro planeta, com uma realidade diferente.”

Ele propôs uma das principais teorias psicofisiológicas sobre as emoções
Especificamente, a teoria de James-Lange. Uma teoria que foi proposta simultaneamente por Carl Lange e o próprio James, mas independentemente, em 1884. Baseia-se na ideia de que a emoção é o resultado da percepção interna das mudanças fisiológicas. Quer dizer, não choramos porque estamos tristes, estamos tristes porque percebemos que choramos.

“Parece que a ação é seguida pela emoção, mas na realidade a ação e o sentimento vão junto; E regulando a ação, que está sob controle da vontade, podemos diretamente regular a emoção.”

Seu modelo é mecanicista porque postula uma relação direta entre as mudanças do corpo e a percepção dos estímulos que causam a emoção.

Desta forma, fechamos a revisão das frases de William James que simbolizam o que há de mais notável em seu pensamento, o pensamento daquele que, para muitos, é o pai da psicologia.
____________

Anúncio

Postagens mais visitadas